A Real e Desconhecida Dimensão Espiritual

        Refletindo com as maravilhosas lições do primoroso Emmanuel, sempre com estudo sério e objetivo, podemos compreender bem a nossa realidade existencial, espiritual e humana ao mesmo tempo, rigorosamente interligadas, independente do entendimento e diferentes conceitos filosóficos que muitos procuram dar à vida. Sobretudo os pensadores cientificistas que geralmente só acreditam naquilo que vêm ou que fazem parte de seus estudos e conceitos exclusivistas, ditados pela própria ciência oficial, de que se valem, geralmente desprovidos de humildade e sem considerações em busca da verdade. Igualmente tal o fanatismo religioso ortodoxo, em seus dogmas baseados na fé ‘cega’ e suas interpretações literais restritas, como todos sabemos.

        Assim penso e afirmo, por experiência própria, porquanto até os trinta e cinco anos de idade não cria na existência de Espíritos; assim considerado como sendo nossa essência e tampouco de sua real e plena interação conosco; como cético (tal como me considerava), baseado no que aprendera e lera sobre as religiões tradicionais. Naturalmente, antes de buscar e encontrar, enfim, o entendimento racional de nossa realidade espiritual, por intermédio do inicial e contínuo estudo, com a devida reflexão, das obras da codificação básica do Espiritismo, além de várias outras obras da vasta literatura espírita, que tanto nos esclarecem e iluminam. O que sempre faço, até hoje, e sempre mais…

        Mas, o que torna ainda desconhecida esta realidade, tal como intitulado no presente texto, creio que seja as preocupações imediatistas do ser humano com os problemas pessoais e sociais do cotidiano que lhes cercam e em que ocupa sua mente quase que por completo. Além, claro, do seu estado evolutivo espiritual para a compreensão de tudo isso… Até que disperte sua consciência para tanto, impelido sempre pela dúvida e a busca da consciliação e harmonização mental, para o equilibrio e a paz interior, de que o sucesso material e a satisfação dos sentidos não o realizam plenamente, como aconteceu comigo mesmo.

        Valendo lembrar e salientar, neste contexto, o pensamento e a reflexão do notável escritor e dramaturgo inglês William Sheakespeare, contida em texto de sua peça-tragédia “Hamlet”, escrita no final do Século XVI, em que, refletido em seu protagonista, afirma: “Há mais coisas entre o céu e a terra, (Horácio,) do que sonha a nossa vã filosofia.”

        Destarte, julgo oportuno repetir o que escrevi em texto anterior: “…. O óbvio é que, com a evolução individual e coletiva da humanidade, como efeito natural, todas as religiões e formas de crença em Deus hão de convergir para esta realidade: a vida espiritual não como algo irreal ou sobrenatural, mas, como algo real, atuante, interagindo com o homem e o Universo, sob as leis naturais de causa e efeito, ação e reação, com a pluralidade das existências para a incessante evolução humana, como seres espirituais, como apregoa o Espiritismo, evidenciando o Cristianismo como lei de amor e liberdade.

 Por outro lado, o ateísmo como o materialismo não resiste a uma reflexão mais profunda e consciente diante do perfeito equilíbrio do Universo, sob as leis imutáveis da natureza, enquanto a própria ciência afirma que não há efeito sem causa e, portanto, toda essa perfeição, como efeito inteligente, de tudo que não seja criação do homem, revela uma inteligência suprema, Divina.  Basta a reflexão sem ideias preconcebidas, para desconsiderar o ‘acaso’ preconizado por setores do materialismo científico. ….” (Do texto “Convicção Espírita”, publicado em 05.08.2013 – https://blogdoteixeira.com/).

        Portanto, urge meditarmos sobre a nossa realidade espiritual em sua ampla dimensão, buscando sempre a verdade, por todos os meios possíveis, racionais, sérios e objetivos, analisando as evidências sobejamente manifestas, para o nosso próprio bem.

 

Devaldo Teixeira de Araújo.

devaldo@hotlink.com.br  #  https://www.facebook.com/profile.php?id=100009560480260

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s