Estejamos Atentos

Refletindo com os maravilhosos ensinamentos do Divino Mestre, tão bem explicitados e relembrados pelo Espiritismo, por esquecidos e até desvirtuados; cumprindo-se o que disse o próprio Jesus, conforme o Evangelho de João –  cap. XIV: vers. 15 a 17 e 26; penso em nossa condição de criaturas divinas, assim formando uma família universal, cósmica, e não somente a carnal.  O que nos leva a meditar sobre a nossa grande responsabilidade para com o Pai Celestial, com todos os nossos irmãos, a natureza, enfim, com tudo ao nosso redor em que interagimos e vivenciamos para o nosso aprimoramento moral – espiritual… E logo me vem à mente o sentimento de gratidão por tudo de bom que nos tem acontecido, apesar de nossos erros e imperfeições do passado e também do presente; pela infinita misericórdia divina e a ajuda dos Espíritos iluminados sempre a nos instruir, amparar e inspirar, em nosso benefício.

    Inclusive podemos perceber isso, nestes momentos de paz, serenidade e inspiração, em que podemos compartilhar reflexões espiritualistas com todos os irmãos de jornada terrena, de nosso convívio intersocial, em que interagimos e meditamos, para o nosso próprio aprimoramento individual e coletivo.  E muito temos que estudar e aprender em todos os aspectos, sobretudo no âmbito espiritual, descortinando o cristianismo primitivo, redescobrindo novos horizontes e concluir que somos Espíritos eternos, com o amparo divino do Pai Supremo, em todas as circunstâncias em que nos situamos e em todas as posições da vida, sob o influxo dos bons Espíritos, sobretudo dos nossos Espíritos protetores a que denominamos tradicionalmente de Anjos de Guarda.

    E assim, ainda que não percebamos, ou mesmo nem acreditemos, somos deveras influenciados, em todos os aspectos, de acordo com a nossa sintonia mental-espiritual, dependendo de cada um de nós se para o bem ou para o mal, naturalmente; sem que isso possa nos eximir de nossa responsabilidade para com nossos pensamentos e atitudes. Porquanto toda influência espiritual, desde a simples idealização, inspiração, até as influenciações obsessivas de toda forma; dependem da sintonização na mesma vibração mental, em reciprocidade, para que se materializem os efeitos simples ou sintomáticos.  

    Julgo oportuno lembrar, nesse contexto, os esclarecimentos dados pelos Espíritos superiores, sabiamente, à seguinte pergunta (459) de Allan Kardec: Influem os Espíritos em nossos pensamentos e em nossos atos? Em resposta: “Muito mais do que imaginais. Influem a tal ponto, que, de ordinário, são eles que vos dirigem.” (do “Livro dos Espíritos”, c. IX – Da intervenção dos Espíritos no mundo corporal – p. 456 a 557).  O que demonstra uma realidade que muitos desconhecem e, por isso, não têm o devido cuidado para com os pensamentos, as palavras e as atitudes, estagnando na senda da evolução a que somos destinados, descumprindo o que recomendou o Mestre Jesus: “… Vigiai e orai …” (Mateus, 26 : 40-41 e Lucas, 22 : 46 ).

    Portanto, preciso é que estejamos sempre atentos, pensando, idealizando e agindo sob o influxo do bem, alicerçados na fé racional, com bom senso e religiosidade, exercitando o amor a Deus sobre tudo e ao próximo como tão bem nos foi ensinado e exemplificado, a fim de que não estacionemos no rumo da eternidade de paz e harmonia a que estamos destinados; perdidos nas teias das ilusões transitórias humanas de toda sorte, em que podemos nos envolver em meio ao turbilhão de sugestões inferiores sob as tentações da concupiscência, do orgulho e da vaidade, entre outras, oriundas de nossa individualidade do passado, de difícil erradicação, mas, que temos de corrigir com esforço e força de vontade.  

    Assim, sejamos conscientes de nossa realidade, como nos alertou Emmanuel: “… Não te proponhas desse modo, atravessar o mundo sem tentações. Elas nascem contigo, assomam de ti mesmo e alimentam-se de ti, quando não as combate, dedicadamente, qual o lavrador que sempre disposto a cooperar com a terra da qual precisa extrair as boas sementes. …” (do livro “Fonte Viva”, c. 110 – Chico Xavier).

Devaldo Teixeira de Araújo.

https://blogdoteixeira.com/ +   devaldo@hotlink.com.br

[Autorizada a divulgação desde que respeitadas a integridade e autoria do texto]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s