Reencontro de Espíritos Desencarnados

Em recente diálogo com uma grande amiga, a mesma revelou dúvidas sobre o caso de duas pessoas que se amam, nesta experiência terrena e, quando uma delas desencarna (ou morre, como se diz comumente); quanto à possibilidade de se reencontrarem, em face da grande amizade que devotavam, ou devotam, mutuamente. Então, após a necessária reflexão, assim argumentei, baseado no conhecimento da realidade espiritual, pelo estudo e experiência de vida, consciente das minhas limitações, contudo sem fugir à responsabilidade de comentar sobre tal, francamente, sem que signifique a opinião oficial de nenhuma entidade representativa religiosa:

Podemos entender, claramente, com o estudo objetivo dos livros da codificação básica do Espiritismo e de muitos outros livros da vasta literatura espírita de que dispomos, sempre alicerçado na análise com bom senso; que a reunião e a aproximação dos espíritos, na dimensão própria compatível, se dá pela sintonia espiritual de acordo com o grau evolutivo individual, as necessidades e as condições em que se encontram. Assim, acredito que duas pessoas que convivam, se amem e tenham afinidades, certamente buscarão se encontrar como espíritos após o desencarne; desde que haja condições gerais para tal.  É preciso compreender que, em geral, enquanto seres humanos aqui reencarnados, as idéias, necessidades e desejos, são influenciados pelas condições psicossociais humanas, que geralmente diferem da realidade como espíritos, que podem ter outras conotações que variam ao infinito, dependendo de cada um.

Considerando ainda, sob essa hipótese, que a primeira pessoa que desencarnar tão logo se conscientize de sua realidade espiritual naturalmente se comprometerá com atividades afins em que se ocupará em novas experiências, para continuidade de seu aprimoramento como espírito eterno, embora também possa estar ligada por afinidade com aquela que ainda se encontre encarnada, para, no devido momento, aguardá-la ou até mesmo ajudá-la quando de seu retorno à vida espiritual. O que não representa uma regra absoluta, e sim, como disse anteriormente, relativa, variando ao infinito. Demonstrando apenas possibilidade dessa ocorrência e não necessariamente que assim deva acontecer em todos os casos similares.

Assim como podemos perceber, neste contexto, a complexidade das relações humanas que nem sempre correspondem às aparências que se imagina, como sabemos de pessoas que dizem amar e na verdade percebe-se que não condiz com a natureza íntima e os procedimentos de muitos, como esclarece a própria psicologia humana no trato dessa questão, em que o estudo demonstra muitas vezes acontecer o contrário, nos meandros do egoísmo, sentimentos de posse e até mesmo declinando para o campo da patologia comportamental.  Como vemos acontecer em nossa heterogênea sociedade, pela nossa condição de imperfeição espiritual; o que caracteriza o que afirmei e escrevi certa feita, como aforismo: “Nós realmente somos o que pensamos, idealizamos, e nem sempre o que dizemos, aparentamos.

Como também temos que levar em conta neste aspecto reflexivo, a condição evolutiva individual de cada ente espiritual e as circunstâncias do desencarne (morte física), que podem indicar a destinação da Dimensão Espiritual de cada um, modo de assistência, tratamento perispiritual quando necessário, longo ou curto, além da interação natural na nova condição de espírito desencarnado, entre outros motivos, como o importante aspecto do merecimento e da real conveniência, que podem dificultar ou não o pretenso reencontro, que, em princípio, não depende tão somente da vontade de um, ou de ambos os seres.

De qualquer modo, é evidente que o amor, em sua essência, há de prevalecer em todas as situações; o que efetivamente contribui para consolidação das amizades, em quaisquer circunstâncias, na Terra como na Dimensão Espiritual.

Afinal, “o amor cobre uma multidão de pecados.”- (I Pedro, 4:8).

Devaldo Teixeira de Araújo.

https://blogdoteixeira.com/  #   devaldo@hotlink.com.br

[Autorizada a divulgação desde que respeitadas a integridade e autoria do texto]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s