QUEM SOMOS? E QUE SOMOS?

      À primeira pergunta, respondemos logicamente com as características humanas que naturalmente nos identifica; indicando a nossa condição pessoal – social, profissional, intelectual, etc.; que nos tornam conhecidos e sociáveis, de acordo com a nossa interação sociológica.  Quanto ao segundo questionamento, creio que transcende à realidade apenas física, material, e, por isso, a necessidade de refletir bem, principalmente sobre os aspectos filosóficos e espirituais; o que nos impele sempre à incessante busca da verdade iniludível, que deve ser sempre com a necessária boa vontade e isenção de ideias preconcebidas e sectárias, de preconceitos e pensamentos ortodoxos conservadores; alicerçada na razão e no bom senso, que nos torna, pelo conhecimento, equilibrados e, conscientes dessa realidade, em harmonia mental-espiritual.

E, estendendo esta reflexão, não podemos deixar de reconhecer e enaltecer a magnitude do caráter sapiente e revelador do “Livro dos Espíritos”, em que seu autor – Allan Kardec inicia com a primeira pergunta – “Que é Deus?” (e não Quem), isentando a pergunta e consequente resposta, do antropomorfismo sempre implícito nas ideias humanas em relação à natureza de Deus – “inteligência suprema, causa primária de todas as coisas” – qual nos esclareceram”, nesta obra, os Espíritos iluminados – Missionários Divinos, como “3ª Revelação” – o “Consolador prometido” (João, c.XIV: v.16, 17, 18 e 26); completando esses ensinamentos em todas as obras básicas da Doutrina Espírita.

Por isso, nesse contexto, para entendermos o que realmente somos, basta nos atermos ao raciocínio supramencionado e assim nos conscientizarmos de que, antes de tudo, somos Espíritos eternos, sob as leis de causa e efeito, ação e reação, como tal em consonância com as leis da natureza, interagindo com tudo e todos, inevitavelmente, em contínua evolução. Esta a razão primordial e inteligível de aqui estarmos reencarnados, com a carga de desequilíbrios e desajustes do nosso pretérito para a imprescindível tarefa de reequilíbrio e reajuste, que se faz necessário. E, decerto, representa a explicação mais verossímil para o que nos acontece e tudo mais que ocorre de modo geral – individual e coletivamente.

Este é o real significado, a grande resposta a todas as dúvidas a respeito de todos os fenômenos que ocorrem em nossas vidas e ficamos a indagar – por que?… As congênitas – aptidões, tendências, predisposições a tantos males, alguns graves; que representam, na verdade, exteriorizações dos nossos arquivos perispirituais, preexistentes, como esboços que estabelecem a nossa formação orgânica e toda sua fisiologia, do embrião ao ser completo; dando origem, formando e resultando no corpo e na personalidade que caracteriza cada um de nós. Por isso, toda essa heterogeneidade, mesmo entre parentes da mesma consanguinidade; o que demonstra a individualidade moral-espiritual de cada um de nós, que, como espírito, preexiste e subsite a existência física, em cada reencarnação que propicia as mudanças, até mesmo as transformações, consoante a força de vontade e os esforços para isso empregados.       

Sem aprofundar o assunto sobre os casos de deficiências físicas e mentais, entre outras patologias, que tem as mesmas origens e explicações acima mencionadas, mas, que requer um maior espaço para tornar compreensível toda a grande problemática aí envolvida, inclusive os complexos quadros obsessivos; o que se torna inadequado neste simples texto.

Em suma, somos ‘hoje’ o resultado do que fizemos ‘ontem’; e seremos ‘amanhã’ a soma do que fizemos antes e estamos fazendo agora, como espíritos eternos em existência real e absoluta.

Destarte, com plena convicção, em resposta à pergunta em epígrafe: eis o que somos!

 

Devaldo Teixeira de Araújo

devaldo@hotlink.com.br

[Autorizada a divulgação desde que respeitadas a integridade e autoria do texto]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s