Ninguém Vive Apenas para Si

A rigor, ninguém vive apenas para si. Conquanto indivíduos e conservarmos a nossa individualidade espiritual ao longo das reencarnações, somos seres sociais e como tal interagimos, necessariamente, com a comunidade da qual fazemos parte ativamente, de alguma forma, em toda nossa vida. A realidade, bem observada e estudada, nos mostra isso, a começar pela razão fundamental da nossa existência biológica: a gestação de que dependemos, obviamente, da genetriz. E, a partir daí, toda a formação, o acompanhamento com os imprescindíveis cuidados, etc., inclusive com o importante processo da educação que envolve, além dos pais, todos os educadores nas diversas etapas da vida.

Dito isto, por si só, bastaria para justificar a assertiva em epígrafe, mas, não podemos esquecer nossa interação ao longo da nossa existência, da qual não lograríamos êxito, sem dúvida alguma, sem o concurso de todos à nossa volta, com quem necessariamente nos relacionamos e dos quais dependemos, de alguma forma. Desde o berço, quando dependemos dos cuidados permanentes de outrem, e aí está nosso próximo ajudando-nos em nossa interatividade existencial; como, em continuação, sobrevém a infância com as mesmas características que não é preciso repetir, evitando a prolixidade.

E assim, como vemos, transcorre a humanidade, evidenciando claramente a indefectível lei da natureza divina, em permanente cooperação recíproca para o equilíbrio e o progresso do mundo e, por extensão, do Universo; manifestando em todos e em tudo, a expressão suprema da Divindade da qual somos centelhas em expansão e perfeita interação…

A começar pelo Sol – astro principal e central do nosso sistema planetário, a irradiar luz e calor imprescindíveis à vida.  Os vegetais, florindo e frutificando, adornando e alimentando, em benefício geral, regenerando a atmosfera com a fotossíntese.  E assim, também, os animais, cooperando e entretendo, com os quais muito nos vinculamos; a água que hidrata e purifica; o ar e a benfazeja aragem, sem o que não viveríamos; e até mesmo os vermes nas entranhas da terra, revolvendo o solo para germinação das sementes, com o que se inicia e desenvolve a própria árvore…

Eis, portanto, a manifestação divina nas coisas mais simples da natureza, como também nas mais  complexas, tantas que não cabe enumerar, e, muitas vezes despercebidas pela maioria, quando a razão encontra-se embotada pela insensibilização voltada para as observações inferiores; e somente nestas circunstâncias é possível entender as manifestações egoístas e vazias, contrárias ao bem comum, em criaturas incapazes de servir ao próximo, voltadas ao apego de si mesmas.

Destarte, ainda quando no domínio de riquezas materiais, de posses, ou de influentes poderes, ninguém em sã consciência, pode afirmar que não depende de ninguém ou nada tem a ver com os outros, – o próximo, ou semelhante, para usar uma linguagem espiritualista. Tudo o mais contrário ao amor divino refletido na fraterna convivência, certamente, é fruto das ideias insanas que caracterizam o egoísmo em suas vis expressões como a vaidade, o orgulho, a maldade.

Que sempre cogitemos de pensamentos ou ideias em consonância com o amor e a caridade, conscientes de que ninguém vive apenas para si.

Devaldo Teixeira de Araujo.

devaldo@hotlink.com.br

(Autorizada a divulgação desde que respeitada a autoria e integridade do texto)

Anúncios

3 comentários sobre “Ninguém Vive Apenas para Si

    • Muito grato pelo incentivo. O que me motiva ainda mais para continuar a escrever e divulgar; com a feliz confirmação de que a ‘semente está plantada’ e a esperança de que floresça sempre mais os propósitos de compreensão do Universo como um todo, de que somos parte interativa, para um mundo melhor, em paz e harmonia.
      Que seja iluminada em suas reflexões!
      Devaldo Teixeira

    • Muito grato pelo incentivo. O que me motiva ainda mais para continuar a escrever e divulgar; com a feliz confirmação de que a ‘semente está plantada’ e a esperança de que floresça sempre mais os propósitos de compreensão do Universo como um todo, de que somos parte interativa, para um mundo melhor, em paz e harmonia.
      Que seja iluminada em suas reflexões!
      Devaldo Teixeira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s